Sexta-feira, 27 de Maio de 2005




A oportunidade que te dei
Acabou.
Não vi nada
Assim como nada fizeste
Foi mais uma chance em vão
Igual a tantas outras que tiveste.
Por favor nada mais peças
Fica com o que tens
Pois que a recordação
É um valor adquirido
Que só a ti pertence
Serve-te delas
Quando for preciso.
Se não houver recordação
Melhor.
Pois quer dizer
Que tudo era fingido
Nada vinha do coração
Não sei se procedo bem
De momento é o que sinto
Talvez um dia
Diga a mim própria
Que fiz mal em ter fugido
Hoje não sinto que bato em retirada
Estou a dizer o que sinto
Pois não existe mais nada.


Natália/7/96

publicado por najasmin às 16:27

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2005
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
17
18
19
20
21

22
24
25
26
28

29
30
31


Últ. comentários
beijing tour (http://www.beijingtourtravel.com)[ur...
thanks for letttin me know how to do dis i apprec...
NajasminAmei seu blog!Está em favoritos e até ata...
Beleza! Descobri hoje essa maravilha. Beleza mess...
amizade
Amei seus poemas...è vc mesmo quem os faz?...Para...
Olá...eu tava passeando e acabei passando aqui do...
adorei o seu blog e tbm as mensagens!
parabéns por suas tão belas poesias.......
Faz um ano que não há novidades por aqui.está na ...
subscrever feeds

SAPO Blogs


Universidade de Aveiro