Terça-feira, 07 de Junho de 2005

foto tirada da net



Devia ter feito tanto
E comparado com o que fiz
Nada foi.
Hoje sinto-me impotente
Para fazer seja o que for
Sinto que minha missão
Neste mundo ainda não findou.
Não sei qual será meu destino
Pois luz nenhuma me iluminou.
Eu bem espero
Por um sinal qualquer
Sinal que não vislumbro
E nem sei, se realmente o quero.
Queria que tudo findasse
Tudo à minha volta parasse
Para enfim descansar
Mas a hora não chegou
E eu estretanto aqui estou,
No meu isolamento,
No meu sofrimento
Sem saber para onde
Nem quando vou.


Najasmin
22/01/92
publicado por najasmin às 14:47

De najasmin a 9 de Junho de 2005 às 13:15
* Olá Delta!... Continua a passear no meu telhado... deve ser por isso que quando abro a janela não me cheira a manjerico. Estranho que nunca tenhas entrado quando cheira a sardinha assada... Ainda bem, senão ficava sem elas!... Beijinhos, volta sempre.


mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2005
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17
18

19
20
22
23
24
25

26
27
28
29
30


Últ. comentários
beijing tour (http://www.beijingtourtravel.com)[ur...
thanks for letttin me know how to do dis i apprec...
NajasminAmei seu blog!Está em favoritos e até ata...
Beleza! Descobri hoje essa maravilha. Beleza mess...
amizade
Amei seus poemas...è vc mesmo quem os faz?...Para...
Olá...eu tava passeando e acabei passando aqui do...
adorei o seu blog e tbm as mensagens!
parabéns por suas tão belas poesias.......
Faz um ano que não há novidades por aqui.está na ...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro