Quarta-feira, 20 de Julho de 2005




Como é bom amar
E ser amado por alguém
Amor retribuído
Do que se dá também.
Amar, sem medida,
Sem pejo ou vergonha ...
Onde as carícias
Não maculem
Os amantes que se amam...
Amar, e dar tudo de seu
Despidos de qualquer vergonha
Onde as carícias
Parecem fogo
E os beijos uma chama.
Sentir-se rodopiar
Num rodopio sem fim
Ficando por vezes, parados
Como estátuas
Esculpidas em marfim.
É amor, é amor sim
Dado com toda a nobreza
E trocado em uníssono
É amor verdadeiro
E não morre de certeza.
Depois, com mais idade
Não vão faltar as lembranças
Desse amor trocado
Nem que fosse na infância.


najasmin 96/08




publicado por najasmin às 00:55

De marius70 a 23 de Julho de 2005 às 00:55
Boa noite najasmim, com que então visual novo?! Continua lindo e já verifiquei que do fundo do baú surgiu mais um poema lindo onde o sentimento se alia ao sem restrições pois no amor o limite é como a liberdade, começa quando o do outro acaba. Tudo de bom. Bjs

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2005
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30



Últ. comentários
beijing tour (http://www.beijingtourtravel.com)[ur...
thanks for letttin me know how to do dis i apprec...
NajasminAmei seu blog!Está em favoritos e até ata...
Beleza! Descobri hoje essa maravilha. Beleza mess...
amizade
Amei seus poemas...è vc mesmo quem os faz?...Para...
Olá...eu tava passeando e acabei passando aqui do...
adorei o seu blog e tbm as mensagens!
parabéns por suas tão belas poesias.......
Faz um ano que não há novidades por aqui.está na ...
subscrever feeds

SAPO Blogs


Universidade de Aveiro