Quarta-feira, 01 de Junho de 2005
moldura_1.jpg



Criança
Que tudo merecias
Por teres nascido em guerras
Só recebes mutilações,
Sofrimento, ficando só
Sem pais como companhia.
Quando tu,
Criança querida
Tal como um ramo de rosas
Com seus botões a desabrochar,
Outra vida merecias.
Tal como todas
Fazes parte da humanidade.
Mas neste mundo cruel
Onde só há guerras,
Disputas e lutas
Por aquilo que mais interessa,
Esquecem-se de vocês,
Meus amores
Perdendo por vezes
Vossos pais, vossas mães.
Pois é,
São pais que perdem os filhos
E filhos que perdem os pais.
E o mundo anda em desarmonia.
A todas as crianças do mundo
Eu desejo uma vida melhor
Onde possam brincar
E chegar a adultos.
Sem lágrimas
Nesses lindos olhos
E um rosto onde não haja
Sofrimento e Dor.
Estas linhas são para aquelas
Que nada têm,
Inclusivé, o amor e o respeito
A que têm direito.
Com todo o meu amor
Um abraço que a todas abrange.
Crianças lindas
Como flores em botão
Desejo o fim de todo o mal,
É o que pede meu coração
Para todas as crianças.



Natália/2005
publicado por najasmin às 02:06

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2005
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17
18

19
20
22
23
24
25

26
27
28
29
30


Últ. comentários
beijing tour (http://www.beijingtourtravel.com)[ur...
thanks for letttin me know how to do dis i apprec...
NajasminAmei seu blog!Está em favoritos e até ata...
Beleza! Descobri hoje essa maravilha. Beleza mess...
amizade
Amei seus poemas...è vc mesmo quem os faz?...Para...
Olá...eu tava passeando e acabei passando aqui do...
adorei o seu blog e tbm as mensagens!
parabéns por suas tão belas poesias.......
Faz um ano que não há novidades por aqui.está na ...
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro