Domingo, 13 de Março de 2005





Sou alentejana
E do Alentejo
Guardo boas recordações.
Dos prados que percorria
Da água que bebia,
Das cantarinhas
Ou das fontes,
Água limpida e pura
Que pelos riachos corria
Tendo nos fundos e nos lados
A avenca que sua água bebia.
Recordo com saudade
As searas em movimento
Açoitadas pelo vento.
E no seu baloiçar
Lembravam as ondas do mar
Depois de maduro
Sua cor é intensa
Parece puro oiro
Até onde nossa vista alcança.

Alentejo
Alentejo,
Foi numa dessas terras que nasci
cresci e parte da vida vivi.
Alentejo
Alentejo
Tão quente como tu não há
Nessa imensidão de terra
Consegues albergar
E aquecer, quem por lá vá.
Alentejo
Alentejo
Meu berço de criança
De brincadeiras nas serras
Que saudades, Alentejo
Eu sinto da minha infancia.

najasmin/90




Para todos, um bom Domingo.
publicado por najasmin às 03:47

mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2005
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

14
15
16
18

20
22
26

27
28
29


Últ. comentários
beijing tour (http://www.beijingtourtravel.com)[ur...
thanks for letttin me know how to do dis i apprec...
NajasminAmei seu blog!Está em favoritos e até ata...
Beleza! Descobri hoje essa maravilha. Beleza mess...
amizade
Amei seus poemas...è vc mesmo quem os faz?...Para...
Olá...eu tava passeando e acabei passando aqui do...
adorei o seu blog e tbm as mensagens!
parabéns por suas tão belas poesias.......
Faz um ano que não há novidades por aqui.está na ...
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro