Sábado, 26 de Fevereiro de 2005
Olá.
Acho que chegou a hora de me apresentar.
Chamo-me Natália, sou mãe, avó e bisavó.
Moro nos arredores de Lisboa e sou Sagitário.
Desde já agradeço a todos quantos têm visitado este meu cantinho e lido os meus desabafos. Sim, porque tudo o que escrevo não passa de pequenos desabafos nos momentos em que me sinto mais em baixo. A minha saúde é brincalhona e gosta de me pregar partidas de vez em quando e é nessas alturas que sinto necessidade de passar para o papel o que me vai na alma. Pelo menos enquanto escrevo evito embirrar com os parentes mais próximos, o que por sua vez faz com também não embirrem comigo e me deixem em paz. Quase sem saber acabamos por nos ajudar mutuamente.
Um dia por brincadeira mostrei estes meus desabafos a umas amigas que me deram logo a ideia de abrir este espaço. Respondi imediatamente que não, que ninguém se iria interessar por umas linhas mal alinhavadas, fruto do desespero das horas doridas em que foram escritas. Mas elas insistiram, argumentaram que havia por aí mais pessoas com sentimentos semelhantes, insistiram, insistiram e lá acabaram por me convencer. . . E aqui estou eu, lançada nestas coisas da net o que para mim é uma novidade e uma aventura.
Já agora, não se deixem levar pela primeira impressão, regra geral sou uma pessoa bem disposta e optimista... e ainda aqui estou para as curvas.
A conversa já vai longa. Por hoje despeço-me por aqui.





silvest_junior
publicado por najasmin às 03:45

Terça-feira, 22 de Fevereiro de 2005






Quando a morte
Me levar
Dela já não me lembro,
Pois morri há tanto tempo
Que não a vou recordar.
No ventre de minha mãe
Vivi por teimosia,
Após o ter rompido
Morri no mesmo dia.
Lutei e bastante me debati
Pela vida que não tinha,
Mesmo tendo morrido
Segui minha sina.
Quando a morte me levar
Preparada eu estou
Por muitas estações passei
Mas no Outono estagnei.


najasmin/92
publicado por najasmin às 04:07

Quarta-feira, 16 de Fevereiro de 2005
gota.jpg










Amiga,
Porquê tão tímida?
Se eu te pressinto
Quando vens do fundo
Da janela do meu olhar
Vens de mansinho
Minha vista turvas
E devagar as persianas
Tentas descerrar

Mesmo fechadas
Meus cílios humedeces
E a pouco e pouco
A tremelicar
Uma gota formas
Mesmo por entre as persianas
Pela minha face desces

Depois, mais atrevida
Juntando uma gota a outra
Sais livremente
E então, eu sinto o teu sabor
na minha boca

Lágrima
Pingo de orvalho
Pérola caída
Na minha face sentida
Na minha boca retida
Tentando acalmar meu sofrimento
Porque és minha amiga.


najasmin/91
publicado por najasmin às 02:07

Domingo, 13 de Fevereiro de 2005

Oh felicidade, felicidade.

Toda a vida te desejei

Sem nunca te ter encontrado.

Oh felicidade, felicidade

Deves andar por outros lados.

Deixaste-me pelo caminho

Sem nunca te ter alcançado.

A felicidade é assim

Ou se tem ou não

Por vezes passa despercebida

Não dando tempo de lhe deitar a mão.

Só que a vida continua

Com ela ou não

ficando a esperança

Que ela preencha um dia meu coração.



najasmin/94
publicado por najasmin às 04:46

Sábado, 12 de Fevereiro de 2005
iris.gif




Em determinado dia,
ao céu subi
e uma núvem apanhei.
Embrulhei-me nela
Oh meu Deus como brinquei.
Julgando ser uma núvem
Às outras me juntei
E na confusão
O que eu folguei.
Consegui apanhar o arco-íris
E de cor em cor saltei,
plas sete cores passei.
Apanhei estrelas
Com elas uma coroa formei.
Prendi a Ursa Maior
Em varinha de condão a transformei.
Inclinei-me para baixo
E o mundo modifiquei.
Corri parte do universo
E a paz e o amor espalhei
Não pude corrê-lo todo
porque nesse momento acordei.



najasmin/92
publicado por najasmin às 13:41

Quinta-feira, 10 de Fevereiro de 2005
Meus olhos
São como as águas correntes.
Pelo meu rosto
Correm lágrimas
Mas é nos olhos a nascente.
Julguei a nascente
Já ter secado
Mas a dor é grande
Para mal dos meus pecados
Meus olhos
O brilho vão perdendo
Pois que dentro
De tanta água
Eles se vão afogando.
Quando ficam libertos
Meu coração
Trabalha melhor
Enviando mensagens
E os olhos correspondem
Com um simples pestanejar.
Depois de se compreenderem
Fico com mais brilho no olhar.



najasmin/93
publicado por najasmin às 03:22

Sábado, 05 de Fevereiro de 2005








Outro dia fui limpar a arrecadação...
As coisas que se encontram quando se fazem limpezas. A maior parte não resistem sequer a uma primeira escolha e acabam por ir imediatamente para o lixo. Outras... pensando bem, ainda podem vir a ter alguma utilidade e acabamos por as colocar outra vez de lado. Outras ainda não têm qualquer serventia mas somos incapazes de as deitar fora. E depois há aquelas que não sabemos mesmo o que fazer com elas. Foi o que aconteceu quando descobri o meu baú a um canto. Limpei-lhe as teias de aranha, abri-o e peguei nalgumas folhas ao acaso...
publicado por najasmin às 01:32

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2005
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11

14
15
17
18
19

20
21
23
24
25

27
28


Últ. comentários
beijing tour (http://www.beijingtourtravel.com)[ur...
thanks for letttin me know how to do dis i apprec...
NajasminAmei seu blog!Está em favoritos e até ata...
Beleza! Descobri hoje essa maravilha. Beleza mess...
amizade
Amei seus poemas...è vc mesmo quem os faz?...Para...
Olá...eu tava passeando e acabei passando aqui do...
adorei o seu blog e tbm as mensagens!
parabéns por suas tão belas poesias.......
Faz um ano que não há novidades por aqui.está na ...
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro