Domingo, 03 de Abril de 2005
piramid.gif



Faço parte de uma peça rara
Sem ser pensada ou elaborada,
Ela surgiu.
Com o passar do tempo
Foi cobiçada, e desde logo apanhada.
Só que quem a adquiriu
Pouco valor lhe deu.
Passou a ficar na prateleira
Onde durante muitos anos
Foi um antro de poeira.
Esta peça rara
Só queria que a olhassem
Com um pouco de carinho e de atenção
Por mais que tentasse insinuar-se
Esqueceram-se que a peça rara
Tinha coração.
Por fim em si caíu
O pó espalhou-se
Mas os anos no esquecimento
Foram tantos
Que esta peça rara
Que nada pedia
A não ser um pouco de atenção
Ficou parada no tempo
Sem fazer sequer
Parte de uma colecção
Embora tenha idade
Para estar num museu
Quem vai olhar para ela
Senão eu?...

Natália/11/92
publicado por najasmin às 17:34
|

De najasmin a 6 de Abril de 2005 às 00:35
*Olá Delta. Não tenho telhado porque moro num rés do chão mas podes passear à vontade... é mais mijinha menos mijinha nos vasos das flores. Se tivesse telhado... levavas uns sapatinhos de casca de nózes...hihihihihi... Volta sempre. Beijos.

De Delta a 5 de Abril de 2005 às 23:19
Hoje está uma noite linda para passear pelos telhados...hihihihi...se é bom sinal ou não eu andar por aqui não sei. Mas é sempre um prazer parar um pouco no teu telhado e fazer uma pequena pausa Kitkat...hihihihi...beijinhos.


De najasmin a 5 de Abril de 2005 às 12:21
*Olá Marius. Gostei do teu comentário, veio de encontro àquilo que penso. Obrigado. Volta sempre.

De najasmin a 5 de Abril de 2005 às 12:14
*Olá Delta. Prazer em saber que andas por aqui, é bom sinal, gosto sempre dos teus comentários. Como esta peça é rara acho que vai ser difícil mas ainda não perdi a esperança de ser apreciada tal como sou. Beijos.

De marius70 a 5 de Abril de 2005 às 09:09
As peças rara têm o condão de despertar um olhar, uma emoção e o saber que se essa peça é rara é porque é valiosa. Tudo o que é vulgar, não chega a ter o valor que uma raridade tem. Saber ser diferente, saber viver nessa diferença, saber afinal viver sem atropelar seja quem for, é uma raridade, daí desejar-lhe que seja essa peça mesmo que sejam só poucos(as) as que lhe dão o real valor. Para elogiar o vulgar há muitos, para elogiar o que tem verdadeiro significado há poucos, mas, é desses que vem o sentido do verdadeiro valor que temos. Tudo de bom.

De delta a 5 de Abril de 2005 às 07:57
Olá e um bom dia para ti nesta manhã de sol.Existem muitas peças raras por aí perdidas até que alguém, de repente, pega numa delas e a olha e toca de modo diferente...beijinhos

De najasmin a 4 de Abril de 2005 às 16:35
Olá anteshojecamanhã!... E eu que julgava que só tinha acontecido comigo. Afinal há mais... Um beijo e boa semana!

De anteshojacamanh a 4 de Abril de 2005 às 14:10
Olá! Passei para desejar uma boa semana! Não te preocupes que não estás sózinha. O que não falta por aí são peças abandonadas e mal usadas... Beijos.


mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2005
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
16

17
19
21
22

24
26
27
28
29
30


Últ. comentários
beijing tour (http://www.beijingtourtravel.com)[ur...
thanks for letttin me know how to do dis i apprec...
NajasminAmei seu blog!Está em favoritos e até ata...
Beleza! Descobri hoje essa maravilha. Beleza mess...
amizade
Amei seus poemas...è vc mesmo quem os faz?...Para...
Olá...eu tava passeando e acabei passando aqui do...
adorei o seu blog e tbm as mensagens!
parabéns por suas tão belas poesias.......
Faz um ano que não há novidades por aqui.está na ...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro